Saiba mais sobre a rouquidão

O que é Rouquidão?


A rouquidão é um problema muito comum pelo fato de que quase todos nós já sentimos em algum momento de nossas vidas. Este problema causa alterações na voz deixando-a diferente e mais fraca, isso devido a um mau funcionamento da laringe ou do canal vocal (pregas vocais). Na maioria das vezes se trata apenas de uma irritação que gera determinado incômodo, porém o que pode parecer algo simples também pode não ser, por isso requer bastante atenção em seus sinais.


Suas causas


A rouquidão pode ser aguda, possuindo curta duração ou então crônica, de longa duração, tudo dependerá de sua causa e gravidade, pois a rouquidão pode também indicar sérios problemas médicos.


Na maioria dos casos, os episódios de rouquidão acontecem após o esforço e uso indevido da voz, infecções respiratórias, tosses, gripes e resfriados, alergias, períodos de desidratação e puberdade, danos aos nervos ligados à voz e também a períodos de estresse e ansiedade.


Casos de rouquidão constante (crônica)


Nos casos em que a rouquidão continua por semanas ou meses é importante se consultar com o médico otorrino, pois pode ser uma causa de risco e exigir medidas e tratamentos específicos e imediatos. A rouquidão crônica pode estar ligada a hábitos constantes como o consumo de bebida alcóolicas e cigarro, doença do refluxo gastroesofágico, ansiedade e estresse, câncer de laringe, de garganta, de tireoide ou de pulmão, tosses crônicas, presença de pólipos, nódulos nas cordas vocais, disfunções na tireoide entre outros problemas.


É importante ressaltar que nesses casos além da rouquidão pode aparecer outros sintomas como: dificuldades para engolir ou respirar, salivação em excesso, dores e tosses com a presença de sangue. Nesses casos o quanto antes consultar o médico e diagnosticar, melhor será para iniciar o tratamento e aumentar as chances de cura.


Quando ir ao médico?


Após enfatizar que a rouquidão pode indicar a presença de doenças graves, muitos devem se questionar, quando devo ir ao médico?


O ideal seria sempre fazermos acompanhamento periódico, mas como muitas pessoas não o fazem, a melhor opção neste caso é: se caso junto da rouquidão apresentar também outros sintomas ou então se a rouquidão permanecer além de duas semanas.


Você pode com certeza buscar o médico o quanto antes, pois ele poderá examinar e diagnosticar de forma precoce e ainda indicar um tratamento para se livrar do incômodo, nos casos leves.


Durante a consulta o médico irá questionar para entender o que está acontecendo, sendo assim ele pode perguntar se você possui alguma alergia, quais medicamentos consome, se sua voz está áspera ou estridente, se acontece com frequência ou não, se há presença de outros sintomas e quais, se você fez esforço ou se não consome muita água, se você fuma ou bebe entre outros inúmeros questionamentos. Quanto mais informado o médico for, melhor será para chegar a um diagnóstico certeiro e assim indicar o tratamento adequado, portanto vá preparado para a consulta.


Exames


O médico pode pedir e/ou realizar alguns exames a fim de um diagnóstico mais preciso, pois é necessário entender o que pode estar causando o problema, principalmente nos casos em que a rouquidão é crônica.


Ele poderá realizar uma laringoscopia para visualizar a garganta, mas pode também pedir para que outros exames sejam feitos, como: a endoscopia, exames hormonais, tomografia, biópsia laríngea, eletromiografia laríngea, estroboscopia entre outros.



Dicas para tratar e prevenir a rouquidão


Existem inúmeros tratamentos que podem ajudar muito a curar ou diminuir a rouquidão e o incômodo causado por ela, nos casos mais simples, claro. Confira algumas dicas:


• A dica mais importante, se hidrate! Consuma bastante água, ela ajuda a limpar e hidratar as cordas vocais;

• Evite esforçar a voz falando muito alto ou muito baixo, pois assim não há esforço da musculatura. Além disso é importante não falar muito, dê um descanso para sua voz;

• Evitar alimentos e bebidas muito quentes ou geladas;

• O uso constante de ar-condicionado ou exposição em locais muito poluídos contribuem muito para o ressecamento vocal, por isso evite-os ao máximo.

• Não fume e nem consuma bebidas alcoólicas;

• Faça gargarejos com água morna e sal pelo menos um vez no dia, o sal ajuda a manter a garganta limpa;

• Se atente para a acidez dos alimentos, pois quando muito ácidos podem contribuir para causar o refluxo, atingindo a região do esôfago, laringe e traqueia;

• Relaxe seu pescoço, a tensão dessa região prejudica ainda mais a voz, portant0 se atente a sua postura e faça alongamentos.


Nesses casos mais leves o médico normalmente irá indicar tais ações, já que se trata de algo passageiro. Porém ele pode também indicar o uso de certos medicamentos ou então acompanhamento com uma fonoaudióloga. Lembre-se de nunca se auto medicar, consulte um médico que ele irá te ajudar!



Profissionais que utilizam muito a voz no trabalho


Médicos, cantores, professores, radialistas e outros profissionais possuem como sua ferramenta principal de trabalho a voz, para se comunicarem e levarem informações. Nesses casos o cuidado deve ser redobrado, pois é bem comum a rouquidão e o desgaste.


Sendo assim é importante que algumas atitudes sejam tragas para o dia a dia, como: exercícios de respiração e de aquecimento vocal, muita hidratação, boa postura para que não haja desgastes, pausas e intervalos entre situações que exigiram demais a fala. Além disso é muito importante se ter uma boa noite de sono, pois nossa voz também necessita de descanso para se renovar.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo