Tudo que precisa saber sobre rinoplastia

O que é


A rinoplastia é um procedimento cirúrgico que vem ganhando cada vez mais popularidade no mundo todo por se tratar de uma cirurgia que tem como principal objetivo a remodelação do nariz, um órgão que incomoda muita gente devido a sua aparência, e que, consequentemente afeta a autoestima e a satisfação da pessoa.


O procedimento é capaz de reduzir, alongar, afinar e aumentar o nariz, de acordo com a necessidade e proporção alcançando a harmonia facial. Além disso é possível realizar simultaneamente uma cirurgia funcional quando necessário das vias aéreas, oferecendo tanto o benefício estético como também a solução para essas disfunções nasais, um procedimento totalmente individualizado e versátil.


Como é realizada


Existem várias opções de técnicas cirúrgicas para a realização do procedimento, mas cada uma dessas técnicas apresenta uma indicação e finalidade, tudo dependerá do que o médico achar necessário depois de uma boa e detalhada avaliação do paciente. Como citado, a rinoplastia é um procedimento bem individual, portanto para cada nariz haverá uma técnica que se adapta melhor, ficando a critério do médico definir qual será a melhor opção:


• A cirurgia aberta, conhecida também como exorrinoplastias, nessa técnica é realizada uma pequena incisão bem na base do nariz, entre cada uma das narinas, sendo indicada nos casos que necessitam de grande foco e alterações na ponta do nariz.


• A cirurgia fechada, conhecida também como endonasal, nessa técnica é realizada uma pequena incisão dentro das narinas. Essa técnica exige boa qualificação do médico, uma vez que a pele do nariz não é levantada para que ele possa enxergar de maneira clara e bem definida, por isso todo movimento deve ser muito bem calculado. Apesar de se tratar de uma técnica menos incisiva sua recuperação é mais rápida e sua cicatriz menos aparente.


Se referindo a parte estética do procedimento a maioria dos casos se referem a remodelação ou diminuição do nariz; para que ocorra essa diminuição um pouco da cartilagem é retirada ou então o osso é lixado ou raspado. Já nos casos de aumento do nariz é preciso realizar enxertos de cartilagem, normalmente utilizando a própria cartilagem do paciente, retirada da orelha (conchal auricular) ou então da costela (costal).


A rinoplastia é uma cirurgia tranquila e não muito demorada, podendo ser realizada com anestesia geral ou até mesmo local com a sedação do paciente. A alta é relativa e depende de cada caso, numa cirurgia funcional como por exemplo uma rinoplastia + septoplastia o paciente deve ficar internado de 12 a 24 horas para observação.


Após a cirurgia as incisões são fechadas e é realizado um curativo, com tampão micropore e plástico enrijecido, dando sustentação e favorecendo para uma recuperação mais eficiente. Esses curativos são mantidos por 15 dias, sendo sete dias com o plástico e sete apenas com a fita adesiva porosa, já os tampões internos ficam por cerca de um dia.


Exames pré-cirúrgicos necessários


Antes de realizar a cirurgia é necessário consultar o médico otorrino que, durante a consulta pedirá inúmeras informações, como: se você fuma e/ou bebe, se já realizou alguma cirurgia antes (tanto no local quanto em outra parte do corpo), se você possui alguma doença ou desconforto, se faz uso de algum medicamento entre outros questionamentos, por isso é muito importante que você partilhe o máximo de informações possíveis.


Após essa coleta de informações o médico irá pedir para que alguns exames sejam realizados, afinal de contas inúmeras pessoas sofrem com algum tipo de problema na região nasal e não sabem que possuem até então, como os desvios de septo, pólipos nasais entre outros problemas. Nesses casos quando há alguma anomalia o médico optará por realizar a cirurgia de modo dinâmico, realizando dois procedimentos de uma só vez, como por exemplo remover alguma obstrução nasal e remodelar.


Esses exames consistem em avaliações cardiológicas, exames de sangue específicos e também exames de imagem, como a tomografia computadorizada, a fim confirmar se o paciente está apto a realizar o procedimento e também visualizar se há alguma disfunção nasal para ser tratada.


Cicatriz e recuperação


Uma dúvida muito comum que causa preocupação é a cicatriz. Na maioria dos casos não há presença de cicatriz, mas isso dependerá de alguns fatores, como: a técnica utilizada pelo médico, o caso do paciente e também os cuidados do paciente após a cirurgia.


Assim como já citado anteriormente os casos que são realizado pela técnica de cirurgia aberta deixam uma pequena cicatriz externa, mas que se bem cuidada fica imperceptível. Para ter uma boa cicatrização no local é muito importante estar sempre bem hidratado, proteger muito bem o rosto do sol por pelo menos 60 dias e fazer uso de protetor solar. Além de tudo isso o médico irá fazer avaliações periódicas para acompanhar o processo pós cirúrgico e de cicatrização.


Após a cirurgia o paciente recebe um curativo modelador que tem como função a fixação e o controle do edema do pós-operatório. Ademais é preciso ter alguns cuidados para que seja feita uma boa recuperação, como: não tomar sol na região, não bater e realizar movimentos bruscos, repouso, não mexer no nariz, não se esforçar fisicamente etc.


A recuperação leva cerca de um mês, mas o resultado final é considerado a partir de um ano completo do procedimento.


Dicas e cuidados pós-operatórios


É importante reforçar os cuidados no pós-operatório para que acidentes e problemas sejam evitados, favorecendo na recuperação e no resultado final. Por isso aqui vão algumas dicas:


Repouso absoluto: é importante que seja absoluto pelo menos na primeira semana, nenhum esforço físico deve ser realizado neste período. É importante não abaixar e nem movimentar bruscamente a cabeça.


Respiração: nesses dias a respiração fica mais difícil, pois o nariz fica bem congestionado, mas é natural que isso ocorra, nesses casos alguns descongestionantes podem ser indicados pelo médico. O que não se deve fazer em hipótese alguma é assoar ou mexer no nariz.


Alimentação: pelo menos na primeira semana é indicado evitar alimentos que exigem mais da nossa mastigação.


Em caso de dores: alguns analgésico podem ser receitados pelo médico caso necessário.


Atenção para sua posição ao deitar: nos primeiros dias é preciso manter a cabeça elevada ao dormir, não podendo deitar de bruços e nem de lado.


Uso de óculos: só deve ser realizado quando autorizado pelo médico.


Cuidados na higiene do nariz: é muito importante que o paciente realize lavagens com soro fisiológico de 15 a 30 dias. É importante também evitar a água muito quente no rosto, pelo menos no início lavá-lo com água fria ou fresca.


Cuidado com a exposição ao sol: é preciso evitar ao máximo e fazer o uso de bastante protetor solar.


A funcionalidade da fisioterapia


Como você já deve ter percebido a rinoplastia é um procedimento muito funcional, pois une o útil ao agradável pelo fato de poder solucionar o problema estético e também inúmeros problemas correlacionados a distúrbios respiratórios, como: à presença de desvios de septo, doenças na região nasal que causam obstruções, hipertrofia de cornetos nasais, rinites e rinossinusites, perfurações do septo, presença de pólipos, lesões e traumas ocorridos no nariz. Desse modo há a possibilidade de resolver simultaneamente os dois problemas, melhorando a qualidade da respiração e consequentemente da vida do paciente.


Indicações


A rinoplastia é indicada para pessoas a qual o crescimento facial já está estabilizado, ou seja, a partir dos 16/18 anos. Apenas nos casos mais graves em que há grandes deformações congênitas ou algum trauma é que são realizadas nos primeiros anos de vida.


Além disso a cirurgia é indicada para pacientes que possuem grande insatisfação estética com o nariz e quando há algum outro problema que interfere na funcionalidade do nariz.


Se você possui interesse em realizar o procedimento consulte seu médico otorrinolaringologista, ele irá te aconselhar em todas as questões. Lembre-se que cada indivíduo possui suas particularidades quanto a rinoplastia, cada caso é um caso, por isso procure um profissional de excelência para que seu resultado seja o melhor possível.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo